159827178fec7495dcd3e82fdb9c4e8e

É impressionante: depois de um momento muito feliz, sempre vem aquele temor… E você quase sente que algo estranho vai se aproximar. Não é drama: na verdade, é como se você fosse uma pessoa bem, mas bem pequena e, de repente, escorregasse por fios de cabelo no formato de cachinhos estreitos. Você sabe que a sua vida não é nada linear.

Às vezes você gostaria (e muito!) que as coisas fossem mais calmas e serenas, sem tantas reviravoltas. Porque de onde você vê agora, só existem picos em tudo o que passou. Uma hora muito alegre e, logo depois, a vida vem como um trem a milhão e passa por cima de você, de seu sorriso, de sua festa e da felicidade toda, te fazendo ficar com as estruturas completamente abaladas.

E aí restam os frangalhos. 

Fica o vazio que se ocupa de todo pequeno espaço seu e faz morada. Fica apenas a sensação ruim de que as coisas não irão melhorar e o pesar por aquilo que acabou de acontecer não conseguirá ir embora.

O pior é que não é a primeira vez que você está assim, certo? Você já passou por isso algumas vezes e, mesmo sem querer ficar desta forma, acabou acontecendo de novo (no instante seguinte, você já está de volta para aquele velho baixo astral).

Não dá vontade de fazer atividades que sempre te animaram: hoje, você simplesmente não vê a menor graça. Se antigamente aquilo tanto te alegrava, agora faz com que dias pareçam anos.

Aquela pessoa tão feliz simplesmente é um outro alguém. Não tem nada a ver com a sua versão do momento presente. Como podemos mudar tanto em tão pouco tempo? Está aí uma palavra que o seu modo de funcionamento desconhece, o equilíbrio.

Mas a sorte é que remoer isso tudo não é a sua praia. Você se entristece e sofre, sim, mas não é do tipo que fica derrubada.

Por mais que você caia, sempre haverá a hora em que tornará a levantar. Esta sim é você.

Afinal, estamos falando da garota que deslizava por entre os cachos, lembra? E se o seu destino é essa ondulação, então vamos em frente com tudo, porque ainda virá algo bom por aí.

E é agora que você lembra que a esperança nunca te falta – e nunca faltará.

Anúncios